O Desertor do Sistema

O Desertor do Sistema

 O desertor é aquele que abandona um partido, uma causa, uma religião ou suas próprias convicções: o governo exilava desertores. Um Militar que deserta, ele deixa a tropa ou foge ao serviço militar.

As pessoas que acordaram realmente são desertoras do sistema, porque sabem que a política, a religião, a ciência, os relacionamentos são todos uma grande farsa para nos iludir, o mundo todo é controlado, se você não quer ser uma marionete, você é um desertor do sistema. E porque o desertor é perseguido por todos? Ninguém se pergunta?

Na terminologia militar, deserção é o abandono do serviço ou posto por um militar sem permissão de um superior e é feito com o intuito de não regressar à sua posição ou função. Na maioria dos países que mantêm forças armadas permanentes, a pena para deserção costuma ser prisão ou expulsão. Em tempos de guerra, era comum a execução de desertores, mas esta prática caiu largamente em desuso, porém ainda é prevista a pena de morte em que o desertor tem que ser morto em caso de época de guerra na legislação brasileira.

Conforme listado no Código Penal Militar Brasileiro, Decreto-lei nº 1.001, de 21 de outubro de 1969, em seu artigo 187:

Art. 187. Ausentar-se o militar, sem licença, da unidade em que serve, ou do lugar em que deve permanecer, por mais de oito dias:

Pena - detenção, de seis meses a dois anos; se oficial, a pena é agravada.

Na política, um desertor é uma pessoa que abandona um estado ou entidade política. O termo é usado frequentemente como um sinônimo de traidor. A deserção (assim como a insubordinação e a insubmissão), segundo o website Direito Militar, é classificada como "crime militar próprio", ao contrário de outros crimes militares, que seriam impróprios.

É considerado desertor o militar que se ausenta por mais de oito dias injustificadamente. A deserção é crime permanente quanto à forma e de mera condita quanto ao resultado.

artigo 243 do CPPM:

"Qualquer pessoa poderá e os militares deverão prender quem for insubmisso ou desertor, ou seja encontrado em flagrante delito.

Consumado o crime de deserção, o comandante da Unidade é a autoridade competente para lavrar o respectivo Termo (Termo de Deserção). A finalidade do Termo de Deserção é a mesma do IPM (Inquérito Policial Militar) que serve de peça informativa ao processamento por cometimento de crime militar. 

Postar um comentário

Copyright © DUDUALLO | Distributed by Blogger Templates | Designed by OddThemes
Copyright © 2020-2022 DUDUALLO. Todos os direitos reservados.