Como você é feito escravo do sistema

Como você é feito escravo do sistema

Desde os tempos mais primórdios, o ser humano sempre foi independente de qualquer sistema, governo, elite, ideologia ou religião para sobreviver mas isto mudou nos tempos atuais e esta é a chave para entender como funciona as amarras que levam a brutal ditadura que é o sistema criado.

Se você pegar duas épocas consideradas ruins da história humana como a idade média europeia e os “tempos bíblicos”, mesmo ali o ser humano poderia existir por si só: se ele tivesse fome poderia matar um leão e comer, pegar uma fruta, pescar, imigrar ou etc, hoje algumas pessoas falam que precisam “matar um leão por dia” mas estão enganadas pois se matarem um único leão serão presas, aliais tudo é proibido: a pesca, a venda, a imigração e etc.

A atual sociedade maçônica que constitui o sistema diz para as populações dominadas que ela não precisa “matar um leão” para comer pois no supermercado tem comida e para isto ela precisa trabalhar(ou algo do tipo) para comprar seu alimento e assim vale para tudo que a pessoa tem, ela não pode pegar mais nada como na antiguidade e a pessoa deve fazer parte desse sistema, que no papel parece funcionar porém na prática é todo furado e visa apenas fortalecer uma elite específica global, que é exatamente o que está acontecendo. Para facilitar o entendimento vamos mostrar na prática como isto funciona:

Ser “cidadão” na sociedade maçônica representa apenas você conseguir ter “dinheiro” ou “meios” para adquirir o que você precisa, não só para sobreviver, mas para também existir conforme as tendências que a ditadura que governa o sistema deseja. Então, para tornar-se “cidadão” você precisa de dinheiro mas onde vai arrumá-lo ? Bom, para isto são dadas três opções na sociedade maçônica sendo a primeira delas o emprego, a segunda ser um funcionário público e a terceira ser um empreendedor de um negócio próprio.

O “problema” é que para que estas três possibilidades ocorra você não depende mais de si mesmo como na antiguidade mas do sistema. Repare que:

  • Para você ter um negócio próprio você depende da regulação de governos, estes por sua vez trabalham para as elites globais e ainda dependem de anúncios de mídia para promover “seu negócio” que também são controlados por elites.
  • Para você ser um funcionário público, você depende de um governo que trabalha para elites globais.
  • Para ter um simples emprego você precisa ou de corporações que são da elite global ou do “negócio próprio” de uma outra pessoa que por sua vez precisa da elite para existir conforme já falado acima.

E o pior de tudo, basta um “estalar de dedos da elite” que rapidamente acabam as oportunidades de negócio próprio, milhares de funcionários públicos são cortados e os empregos desaparecem, portanto, na prática a elite global trata você como um lixo e escravo pois a sua existência não depende mais de você(como nos tempos antigos) e sim da elite global que a qualquer momento pode acabar com sua “vida” e seu conceito de “cidadania” levando até mesmo ao caos de greves, desabastecimento de itens básicos e etc que foi inicialmente prometido as pessoas justamente para que elas não vivessem mais por si mesmas. 

E as poucas pessoas tidas como “sucesso” dentro deste sistema podem a qualquer momento perder tudo, serem traídas pela Elite, perseguidas ou simplesmente serem usadas como exemplo de quem realmente manda, um exemplo é o Eike Batista, Lula, Monark ou qualquer outro. Mas você pode olhar a quantidade de celebridades, jogadores de futebol e outros que estão completamente “falidos” e serviram fielmente a este sistema no passado. O colapso total na vida da maioria das pessoas levou ao aumento da criminalidade, vícios em drogas , violência civil e etc, o que piora mais ainda a situação da pessoa. Tudo isto alimentado por "mitos de oportunidades" criados a partir da mídia controlada.

Daí o surgimento de "novas tecnologias para facilitar a vida das pessoas", onde isto é somente um slogan , na prática isto quer dizer "novas formas de você ficar cada vez mais escravo e dependente do sistema maçônico".

Como eles conseguiram isto ? Através de manobras políticas, regras de três, falsa dicotomia “direita-esquerda”, Black Ops criados pela CIA e Mossad(como ISIS e Alqaeda), False flags (11/09), guerras artificiais e hibridas e tantas outras maquinações que resultaram na aprovação de milhares de leis e regras da atual “sociedade’ constituída.

Controlando todos os meios de sobrevivência, o Sistema reina soberano e para mudar este brutal regime maçônico haverá de ser feita uma total reestruturação de toda a sociedade como a conhecemos hoje, começando por você mesmo ao abandonar todo este teatro.

Código 101 

O mundo todo está sendo submetido a um trauma PROGRAMADO para ser assim.

É uma gigantesca sala de torturas 101.

Primeiro,  se isolou os indivíduos para "purificação" dos costumes da velha ordem,  que será abandonada. Chega de igrejas,  toques, aproximação,  contato humano.  

Depois iniciaram o processo de trauma e criação de múltiplas personalidades, com as ameaças de morte por conta de um vírus mutante e, supostamente, causador de todo o caos. 

Depois se cria a anulação do indivíduo e da sua personalidade individual,  seu rosto,  que o distingue da massa,  é coberto.  Ele passa a ser só mais um número, uma engrenagem da máquina sendo reformada no reset. 

Inicia-se o processo de transformação,  um ritual mágico satanista para impor um NOVO NORMAL. 

Ao final de todo o processo, o indivíduo mentalmente manipulável renasce,  como na sala 101, um bebê,  um novo homem,  pronto para a nova ordem global.

Os mais fortes,  que não se sujeitarem, serão submetidos a novas torturas,  até que se submetam. 

Os ainda resistentes serão perseguidos e marginalizados.

Entretanto,  os que entrarem pela porta larga da covardia herdarão o inferno. 

OBS. As crianças pequenas estão mais sujeitas ao método de Pavlov, pois viveram muito pouco do que nós vivemos no passado. Por isto, os mais velhos precisam, na mentalidade dos "iluminados", ser descredibilizados como ultrapassados, precisam ser eliminados do convívio social o quanto antes,  para que não influenciem as novas gerações a desejarem a liberdade.

Quarto 101 - Matrix

O quarto 101 é um pequeno apartamento de um quarto dentro de Mega City na Matrix. Dentro desta sala, o Neo tem uma cama, uma cadeira e dezenas de periféricos de computador, como monitores, teclados, fones de ouvido, aparelho de som, CD players, fitas de áudio e discos compactos.

A sala é bagunçada e tem prateleiras cheias de livros e CDs. Alguns dos livros de Neo não têm páginas e são usados ​​como pequenas caixas para guardar CDs e fitas de programas. Há também um pequeno armário na parede com comida enlatada e outros condimentos.

Neo passa a maior parte do tempo dentro desta sala em seu computador, invadindo diferentes sistemas de computador e escrevendo software. É durante esse tempo que ele se pergunta sobre sua vida e por que seus sonhos são tão reais quanto sua própria vida.

Neo também usa seus computadores para procurar Morpheus e Trinity durante seu tempo se perguntando sobre o que é a Matrix e como ele pode descobrir a verdade e o propósito de sua vida.

O número do quarto, 101, é uma alusão dos Wachowskis ao destino de Neo como o One , e contrasta com o quarto 303, uma sala de vigilância usada por Trinity. 101 também é o número geralmente atribuído a um curso ou manual para iniciantes em um campo específico (neste caso, representa o início do caminho de Neo para a iluminação hacker).

O quarto 101 também pode ser visto como uma alusão ao quarto 101 do romance "1964" Nineteen Eighty-Four de George Orwell . É uma câmara de tortura no "Ministério do Amor" na qual um prisioneiro é submetido ao seu pior pesadelo, medo ou fobia.

O número 101 também aparece em Matrix Reloaded quando Morpheus, Neo e Trinity vão conhecer o Merovíngio . Está acima deles enquanto caminham pelo corredor. Possivelmente outra referência a Orwell vendo como seus piores medos são realizados neste lugar. O lugar está cheio de explosivos e tem os Gêmeos Fantasma e o Lobisomem que Perséfone depois mata. O homem francês também é uma figura de Hades, vista no Clube Hel em Matrix Revolutions , que, juntamente com sua traição por Perséfone , alude à mitologia grega.

O número 101 também representa o número habitual da loja maçônica. Este número na Maçonaria representa os dois pilares do Templo de Salomão, Baoz e Jachin, (1's) acompanhados pelo Mar de Bronze central (0). Formando o "101", que literalmente simboliza a entrada para o Santo dos Santos, ou figurativamente significa o início da jornada esotérica e gnóstica para a auto-realização.

101 também pode ser visto como um número binário , os 0s e 1s usados ​​pelos computadores para armazenar informações. 101 é a representação binária do número 5 (que, em computação, é o sexto número, pois a contagem começa em 0). Alguns vêem simbolismo nisso, já que os três filmes se passam na sexta iteração da Matrix. Neo é a sexta pessoa a ser o One, Zion foi destruído 5 vezes antes e assim por diante.

Quarto 101 - 1964 - George Orwell

Quarto 101 (Room 101) é um lugar introduzido no livro de ficção científica distópica 1984, de George Orwell. É um local de tortura do Ministério do Amor, onde determinados elementos indesejáveis ao estado totalitário da narrativa são torturados, sendo expostos ao seu maior pesadelo, medo ou fobia, com tudo aquilo a que têm maior aversão.

Você me perguntou uma vez, o que estava no quarto 101. Eu lhe disse que já sabia a resposta. Todo mundo sabe disso. A única coisa que está no quarto 101 é a pior coisa do mundo.

O Quarto 101 é a maior expressão da onisciência do estado na sociedade abordada na obra, onde até mesmo os pesadelos de um cidadão são conhecidos pelo partido. A inspiração para a o nome "Room 101" deve-se a uma sala num edifício da Broadcasting House, onde Orwell costumava participar de reuniões, segundo ele, tediosas.

Na cultura

A popularidade da obra resultou em que o termo "Room 101" passasse a ser usado para representar lugares onde as coisas desagradáveis são feitas. De acordo com o livro de Anna Funder Stasiland, Erich Mielke, o último ministro da Segurança do Estado (Stasi) da antiga Alemanha Oriental, tinha os andares da sede de seu ministério renumeradas, para que o segundo andar do escritório fosse o número 101.

No programa da BBC TV Room 101, celebridades são entrevistadas e questionadas para listar aquilo que lhes causa pequenos aborrecimentos.

No Big Brother Britânico de 2005, um dos participantes foi obrigado a entrar em uma sala 101 para completar tediosos e desagradáveis tarefas, incluindo a classificação de cores diferentes de vermes maggots.

Em The Ricky Gervais Show, Ricky Gervais e Stephen Merchant jogam um jogo chamado "Room 102," baseado no conceito da sala 101, onde Karl Pilkington tem que decidir que coisas ele não gosta o suficiente para colocar no quarto 102. Isso resultaria, de acordo com o seu jogo, nas coisas que estão sendo apagados da existência.

O grupo de hip-hop português Dealema possui uma faixa com o mesmo nome. "Sala 101", presente no álbum de 2008, V Império.

Na ficção

O conceito de também foi apresentado em diversos outros trabalhos ficcionais. No quadrinho The League of Extraordinary Gentlemen: Black Dossier, a localização física da sala 101 (e o Ministério do Amor) são apontadas como a sede do MI5 em Vauxhall Cross.

Em um episódio de 2011 da série Doctor Who, "The God Complex", the Doctor e seus companheiros encontram-se em um hotel cheio de seus próprios quartos pessoais 101, cada um com seu maior medo nele.

Postar um comentário

Copyright © DUDUALLO | Distributed by Blogger Templates | Designed by OddThemes
Copyright © 2020-2022 DUDUALLO. Todos os direitos reservados.