Teoria da Terra Plana

Teoria da Terra Plana

A teoria do modelo de terra plana ganhou força nos últimos anos. É a ideia de que a Terra é um disco plano e circular com o sol e a lua orbitando acima dela. Variações dessa idéia foram realizadas por pessoas milhares de anos atrás, porque eles careciam de métodos mais avançados tecnologicamente para examinar nosso mundo.

Terra plana diz respeito a um conjunto de ideias defendidas por pessoas que acreditam que a Terra tenha o formato de um plano, limitado pelo Círculo Polar Ártico, e não de uma esfera. Alguns dos chamados terraplanistas creem também que a gravidade é uma farsa e que a Lua e o Sol encontram-se muito mais próximos da Terra do que se acredita.


Entre outras teorias, os seguidores do terraplanismo costumam repetir exaustivamente a da "planicidade". Segundo eles, o fato de podermos caminhar por centenas de quilômetros pelo Salar de Uyuni (maior deserto do mundo, localizado na Bolívia), comprova que a Terra é plana.

Variações dessa ideia foram apregoadas por milhares de anos porque faltavam métodos mais avançados tecnologicamente para examinar nosso mundo. Com a navegação global, os avanços em astronomia, ciência, viagens espaciais, mapa geográfico, jatos de passageiros etc., a teoria da Terra plana foi totalmente destruída.

Se a Lua conseguisse armazenar os raios do Sol, como diz a teoria da Terra plana, as fases determinariam a intensidade da luz, não o formato da face iluminada. Seria como uma lâmpada com dimmer Terra plana – A Terra não se move.

Com a navegação global, os avanços em astronomia, ciência, viagens espaciais, mapas geográficos, jatos de passageiros etc., a teoria da Terra plana foi amplamente destruída. Não obstante, apesar das evidências, algumas estruturas de terra plana se esforçam ao máximo para estabelecer sua teoria como verdadeira.

O que está por trás da “Teoria da Terra Plana”


A Netflix disponibilizou um documentário chamado A Terra é Plana (em inglês “Behind the curve”) que trata desse tema. Nele, podemos ver mais de perto as pessoas que sustentam a teoria de que a Terra é plana e as explicações que eles insistem em apresentar como provas. Mas, porquê eles acreditam nisso? É a primeira pergunta que vem a mente.

Pelo documentário, um traço comum entre os adeptos do movimento é a desconfiança sobre todo o sistema. E culpa disso é o distanciamento acadêmico e a arrogância dos cientistas. São pessoas com pouco estudo, poucas possibilidades e que não só se sentem prejudicados pelo sistema, como tendem a duvidar de conceitos científicos. Se unem pela ignorância e, nessa união, nesse culto, encontram o apoio e o reconhecimento que não alcançam em outros aspectos da vida. Ali encontram, finalmente, algum poder. Entendem que a percepção que eles têm da vida, com o que os olhos podem perceber, tem mais validade sobre os termos científicos mais técnicos. E o terraplanismo não é a única teoria absurda que eles endossam: todo o tipo de conspiração faz parte dessa rede, desde a certeza de que o homem nunca pisou na Lua, a gravidade como uma mentira, o perigo das vacinas até a armação do governo americano para o 11 de setembro.

Os adeptos dessa teoria negam o aquecimento global, pois ele não cabe na lógica terraplanista e criacionista. E isso é um perigo, especialmente quando temos certos presidentes de certos países ajudando a derrubar esse fato científico e incontestável. É urgente que mais pessoas tomem consciência que o estilo de vida que adotamos está destruindo a possibilidade de vida na Terra, e não o contrário. A negação da ciência é muito perigosa para a humanidade.

Postar um comentário

Copyright © DUDUALLO | Distributed by Blogger Templates | Designed by OddThemes
Copyright © 2020-2022 DUDUALLO. Todos os direitos reservados.