Super-heróis gays - Qual o plano do sistema?

As duas maiores editoras de quadrinhos estadunidenses deram grandes passos em direção a uma promoção dos direitos homossexuais. A Marvel anunciou o casamento do Northstar (cujo nome em português eu me recuso a utilizar) com seu namorado; a DC anunciou que, no reboot do personagem original, o Lanterna Verde seria gay.



Essas editoras fizeram muita pesquisa para saber qual seria a aceitação do público quanto ao tratamento de homossexuais, e apenas depois de essas pesquisas revelarem que ninguém teria nada contra, que as vendas não cairiam, essas revistas foram feitas (ou antes disso, anunciadas).

Todos os grupos sociais (as minorias, no caso) sofrem disso. Não são escritos por alguém com conhecimento de causa, por alguma iniciativa própria, falando de temas reais para aquele grupo. Não representam aquela minoria em nenhum aspecto. Essa representação só aconteceria de fato com autores que entendessem daquilo que escrevem. Essa autenticidade seria inclusive mais efetiva para o objetivo final das editoras – angariar novos públicos leitores.

Em geral, o sistema quer atrair o público para que essa hipnose em massa passe a ser encarada no plano político, jogando grupos antagonicos entre si. O objetivo do sistema é causar a maior confusão possível para que todos os grupos da sociedade colidam e vivam em constante tensão. Assim eles que planejaram tudo isso, ficam mais fortes.

Similar Videos

0 Comments: